sábado, 23 de maio de 2020

APRESENTAÇÃO

O Centro de Estudos e Conservação da Natureza – CECNA – é uma das organizações não governamentais ambientalistas mais antigas do país, fundada em 20 de janeiro de 1970 em Nova Friburgo - RJ, pelo historiador natural e professor de biologia Rosalvo de Magalhães, o qual foi também co-fundador da Fundação Brasileira para a Conservação da Natureza – FBCN, a primeira ONG voltada para a temática ambiental no Brasil.

Prof. Rosalvo em 1957 e 2000.

Desde sua fundação o CECNA atuou em questões das mais variadas tratando de impactos ambientais do município de Nova Friburgo e região foram objeto de manifestações públicas e denúncias aos órgãos públicos. Além disso, várias atividades de educação ambiental em parceria com escolas públicas e particulares foram realizadas.

O CECNA também sempre teve participação ativa nos fóruns de discussão ambientais locais e regionais, como conselhos consultivos de unidades de conservação, Conselho Municipal de Meio Ambiente, comitês de bacia hidrográfica e no processos de criação da Agenda 21 Local e Agenda 21 Comperj.

Em relação às unidades de conservação, participou do processo de criação de algumas das mais importantes do RJ, como o Parque Estadual do Desengano, a Reserva Biológica Federal de Poço das Antas e a Área de Proteção Ambiental Estadual de Macaé de Cima.

A instituição também submeteu projetos a editais que resultaram em importantes serviços prestados à sociedade fluminense, como o Cadastro de Usuários de Água e o apoio à criação de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN’s), e desenvolveu projetos de pesquisa próprios, como o Diagnóstico de Campo Turístico Ambiental de Nova Friburgo.

Um dos grandes destaques da história do CECNA e da biografia do professor Rosalvo foi a participação no Fórum Global, evento paralelo à Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD), mais conhecida como Eco 92, realizada na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1992. A Eco 92 foi um marco na história da humanidade por ter reunido praticamente todos os chefes de estado no mundo para tratar da questão ambiental a nível mundial.

Toda essa importante atuação do CECNA no movimento ambientalista está amplamente documentada. Entre os anos de 2008 e 2011, a diretoria do CECNA organizou seu acervo histórico de mais de 1800 documentos e os dividiu em 18 volumes. E desde 24 de maio de 2017, o acervo encontra-se sob a guarda da Fundação D. João VI, e disponibilizado para consulta da população pelo link: https://promemoriadigital.djoaovi.com/acervodigital/fundocecna

Mais do que um arquivo de uma tradicional instituição, esses volumes representam a luta do professor Rosalvo de Magalhães, um visionário que dedicou sua vida à proteção da natureza, tendo permanecido neste plano até o ano de 2005. Tão ou mais importante ainda que isso, esses volumes são uma página da história de Nova Friburgo: a do início de seu movimento ambientalista.


--------------------------

O Centro de Estudos e Conservação da Natureza é uma entidade sem fins lucrativos, de caráter filantrópico, cultural e científico, fundada em 20 de Janeiro de 1970

Registrada no Cartório do 3º Ofício de Nova Friburgo, RJ, sob o Nº 304, Livro A, em 30 de julho de 1970

Reconhecida de utilidade pública municipal pela Deliberação Nº 976 de 31 de dezembro de 1970

CNPJ: 30346035/0001-48

Nenhum comentário: